As novidades Israelenses que vão impactar o futuro

postado em: Notícias | 0

Diretor do Centro de Nanotecnologia da UHJ fala sobre as novidades que vão impactar no futuro da humanidade.

A nanotecnologia promete ser a grande revolução do século XXI, com soluções para diversos desafios da humanidade através do desenvolvimento de fontes de energia alternativas, novas tecnologias para o meio ambiente e a medicina personalizada, além de materiais inteligentes.

Para detalhar os últimos avanços que vem sendo realizados nesta área, o grupo de Amigos da UHJ no Brasil e a Câmara Brasil – Israel de Comércio e Industria realizaram nesta terça-feira, 13 de outubro no Restaurante Aguzzo, um encontro do professor Uriel Levy, diretor do Centro de Nanotecnologia da Universidade Hebraica de Jerusalém, com um grupo de jovens investidores e empreendedores.

Segundo o professor Levy, “o princípio básico da nanotecnologia é a construção de estruturas e novos materiais a partir de átomos e ela está presente em diversos componentes eletrônicos e itens de alta tecnologia podendo ser utilizada nos campos da energia, meio ambiente, saúde, comunicação e segurança, entre outros”.

Ele instigou a curiosidade de todos os presentes ao citar alguns exemplos do que está sendo desenvolvido pela Universidade Hebraica de Jerusalém como o “the invisible cloak”, um material que ao ser colocado sobre um objeto o torna invisível, um sistema de navegação autônomo que pode ser utilizado sem a necessidade de GPS e que funcionará em túneis, lugares fechados ou até mesmo embaixo da água, e também a nova tecnologia para criar cores artificiais sem precisar de pigmentos, apenas com a nanotecnologia.

Nos últimos anos, o Centro de Nanotecnologia apresentou números impressionantes: mais de 430 estudantes entre graduandos, graduados e pós doutorandos e cerca de 300 publicações científicas anuais. Muitas start-ups de sucesso nasceram na Universidade Hebraica de Jerusalém e os produtos nano-tecnológicos são vendidos ao redor do mundo movimentando mais de 400 milhões de dólares anualmente. Apenas entre os anos de 2007 e 2013 foram registradas 370 patentes das quais 150 foram aprovadas, 290 acordos comerciais, além de diversas premiações nacionais e internacionais.

“Agradeço pela incrível oportunidade em poder compartilhar das experiências relatadas pelo professor Uriel Levy. Não é sempre que temos a oportunidade de estar com um cientista deste calibre falando sobre um assunto tão importante”, destacou Alex Barbirato, CEO da Incube.

“Tivemos um casamento perfeito entre um publico extremamente interessado e um professor que tinha o que transmitir. Esta é uma iniciativa que precisamos replicar, de forma a disseminar o conhecimento sobre a Universidade Hebraica e o que vem sendo feito, bem como os avanços que podem ser trazidos para o Brasil. O Centro de Nanotecnologia da UHJ é um dos mais avançados do mundo na área de pesquisa e vem contribuindo para toda a humanidade com sua excelência científica”, destacou Jayme Blay, presidente dos Amigos daUniversidade Hebraica de Jerusalém no Brasil e da Câmara Brasil – Israel.

Fonte: Pletz