Com 2500 anos de idade, antigo Rolo da Bíblia que foi descoberto em 1970 é lido pela primeira vez

postado em: Notícias | 0

Um rolo da Bíblia Hebraica de 500 dC, encontrado em Ein Gedi, em 1970, foi decifrado pela primeira vez, graças à tecnologia de ponta.

Tecnologia de ponta que pela primeira vez permitiu estudiosos lerem o mais antigo pergaminho hebreu encontrado desde os Manuscritos do Mar Morto, especialistas israelenses e norte-americanas disseram na segunda-feira.

A peça carbonizada de pergaminho do século VI dC foi encontrado nas cinzas de uma antiga sinagoga em Ein Gedi, às margens do Mar Morto, em 1970, mas até agora havia sido impossível de ler.

“As mais avançadas tecnologias nos permitiu desenrolar um pergaminho, parte de uma bíblia, de cerca de 1.500 anos atrás”, disse Pnina Shor da Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA).

“Após os Manuscritos do Mar Morto, esta é a descoberta mais significativa de uma Bíblia escrita”, ela disse aos jornalistas.

O Arqueólogo Sefi Porat era um membro da equipe que escavou as ruínas em 1970. “Nós tentamos lê-lo logo depois, mas sem sucesso”, disse ele. “Nós não sabíamos o que estava escondido lá com a tecnologia da época.”

O fragmento mede sete centímetros de comprimento se assemelha a uma peça de carvão vegetal, e contem os oito primeiros versículos do livro do Antigo Testamento de Levítico.

Mantido no escuro, em cofres climatizados, juntamente com os Manuscritos do Mar Morto, o pergaminho permaneceu um livro fechado até o ano passado, quando a empresa israelense Merkel Technologies ofereceu o uso de seu scanner de micro-CT.

Fonte: Jews News