No futuro: empresa define perfis de turistas da década de 2030

postado em: Notícias | 0

A Amadeus, empresa especializada em TI para a indústria de viagens, lançou, nesta quinta-feira, uma pesquisa sobre o futuro das viagens, com foco no perfil dos turistas na década de 2030.

O estudo, feito em parceria com a Future Foundation, de detecção de tendências, ouviu especialistas do setor em 12 países –entre eles, Brasil, EUA, Alemanha, Índia, China e Austrália.

A ideia foi atualizar uma pesquisa concluída em 2007 que definiu quatro perfis demográficos que turistas teriam em 2020: de idosos ativos, famílias globais, profissionais itinerantes e executivos internacionais.

Desta vez, a conclusão ampliou para seis as “tribos” de viajantes que povoarão aeroportos e destinos daqui a 15 anos, com base em valores e estilo de vida que ganharão relevância na população mundial.

Para o estudo, turistas se dividirão nos seguintes grupos –alguns deles já identificáveis desde os dias de hoje:

  • Buscadores de capital social: pessoas que vão viajar com base em recomendações de usuários de sites de viagem
  • Puristas culturais: gente que busca o turismo de experiência, vê as férias como oportunidade de mergulhar em uma cultura exótica
  • Viajantes éticos: turistas que devem priorizar atividades sustentáveis, que tenham baixo efeito ambiental ou um impacto positivo nas comunidades locais
  • Buscadores de simplicidade: pessoas que vão optar por pacotes de viagem, evitando gerenciar detalhes das férias
  • Viajantes por obrigação: esse grupo, formado por gente que viaja por causa de um propósito específico, como trabalho, apoiará seu turismo na tecnologia para evitar aborrecimentos
  • Caçadores de recompensa: interessados em viagens recompensadoras, com experiências premium

Fonte: Folha.com