Israel com Tour em Londres – Roteiro destinado a quem deseja voltar a Israel
Central de atendimento (11) 3815-2121
Acompanhe nossas redes
Israel com Tour em Londres – Roteiro destinado a quem deseja voltar a Israel
Caravana Retornando a Terra Santa
Junho 2024
Embarque na Jornada dos Sonhos: Israel com a Caravana Retornando a Terra Santa (Roteiro para quem deseja retornar a Israel)
Mais que uma Viagem, uma Imersão Cultural e Espiritual em Israel

1º Dia – São Paulo | Tel Aviv:

Apresentar-se no Aeroporto de Guarulhos para embarque no voo com destino a Tel Aviv com a ajuda de nossa equipe.

2º Dia – Tel Aviv:

Chegada ao Aeroporto de Tel Aviv e após recepção pelo nosso representante local, recepção, assistência e transporte do aeroporto para o hotel. O nosso guia estará à sua espera no aeroporto para lhe dar as boas-vindas e levá-los para um almoço incluído de recepção onde será servido um carneiro inteiro assado à moda beduína e após acompanhá-los ao hotel. Hospedagem e jantar.

3º Dia – Tel Aviv | Jope | Acre – Akko | Monte Carmelo | Haifa:

Após o café da manhã, saída para rápido tour panorâmico por Tel Aviv e após seguem ao monte onde encontram-se as ruínas da antiga Jope. As escavações, puseram a descoberta ruínas de fortificações e casas de todos os períodos desde o 3º milénio AC até os tempos islâmicos. De especial interesse são as ruínas das fortificações do período patriarcal, construídas pelos Hicsos e uma porta da altura em que Jope era controlada pelos egípcios, no tempo de Ramsés II. Continuação até Acre ou Akko, a capital da Galileia Ocidental. A cidade antiga, cercada por muralhas do século XVIII que estão praticamente intactas até hoje. É uma cidade em camadas, que foram se sobrepondo ao longo da história. Depois de passar pelos domínios Persa, Bizantino, dos Cruzados, Mameluco, Otomano, Britânico e, finalmente, de Israel, ela ganhou um simbolismo especial e herança das mais diversas culturas. Em 2001, por sua incrível riqueza histórica e arqueológica, a cidade velha de Acre foi reconhecida pela UNESCO como Patrimônio Histórico da Humanidade. Na época dos Cruzados (século XII) Akko foi uma antiga fortaleza e fez parte do reino de Jerusalém. Chegada à Haifa passando pelos terraços lindamente arranjados dos Jardins Bahá’í, que é um excelente lugar para fotografar pela beleza das flores. Irão ao Monte Carmelo (Mujraka), lugar onde se deu a luta entre o profeta Elias e os 450 profetas de Baal Hospedagem e jantar.

4º Dia – Haifa | Vale de Jezreel | Monte Tabor | Tel Hazor | Séforis | Magdala | Tiberíades:

Após o café da manhã, início do dia seguindo para o Monte Tabor que é uma colina da Galileia localizada no vale de Jizreel (ocorreram muitas batalhas neste vale e onde Elias proferiu o julgamento de Deus contra a casa do Rei Acabe.) Este monte atinge 575 m acima do nível do mar, proporcionando uma visão panorâmica do Mar da Galileia. Segundo os Evangelhos do Novo Testamento no topo deste monte ocorreu a Transfiguração de Jesus Cristo, sendo por isso considerado como um dos lugares místicos da Terra Santa. Onde Jesus irradia uma luz extraordinária conversando com Moisés e Elias, testemunhado por Pedro, João e Tiago. Passarão por Tel Hazor uma das cidades bíblicas mais antigas e ricas sendo que suas ruínas são também as mais antigas descobertas em Israel. Essencial esta visita para maior compreensão do período de conquistas do povo judeu e o período de expansão do reino de Salomão. Seguem após para visita a Séforis conhecida também como Diocesareia, foi no tempo de Herodes, o Grande, uma importante cidade e o centro administrativo da Galileia. Após a morte de Herodes, a cidade foi centro da rebelião na Galileia. Com o esmagamento da rebelião, a cidade foi praticamente destruída. Nazaré, onde viviam Maria e seu filho Jesus durante estes acontecimentos, fica nos seus arredores, a 7 km. Hoje, as proporções inverteram-se: Nazaré é a cidade principal e Séforis é uma aldeia nos seus arredores. Acredita-se que ali viveu uma comunidade judaico-cristã, que reconhecia Jesus como Messias. Séforis é também considerada o local de origem de Sant’Ana, a mãe de Maria. Visitam Magdala, uma aldeia de pescadores, que foi cidade natal de Maria Madalena, de quem Jesus expulsou 7 demônios e daí ela passou a segui-lo, sendo que foi ela a primeira que testemunhou a ressurreição de Jesus. Chegada a Tiberíades. Hospedagem e jantar.

5º Dia – Tiberíades | Cesareia de Felipe | Safed | Yigal | Tiberíades:

Após o café da manhã, saída à Cesareia de Felipe Banias, local que é a nascente do Rio Jordão e onde Jesus pergunta a Pedro: “Quem, dizem as pessoas, que é o Filho do Homem? ” e Pedro responde: Tu és o Filho do Deus Vivo”. Retornando passarão por um mirante de onde terão visão nítida da Síria. Visitação ao antigo campo de batalha nas colinas de Golan, onde tem em exposição tanques usados na época na famosa Guerra dos Seis Dias, que foi travada entre os dias 5 e 10 de junho de 1967, quando Israel lutou contra a invasão simultânea do Egito, Síria, Jordânia e Iraque, que, por sua vez, receberam o apoio de Kuwait, Líbia, Arábia Saudita, Argélia e Sudão. Continuando irão a Safed. A antiga cidade de Safed já começa com os seus mistérios pelo nome, já que ela pode ser chamada de várias formas: Safed, Zefat, Tzfat, entre outros. Ela é considerada uma das “Quatro Cidades Sagradas do Judaísmo”. Conhecida como a cidade da Cabala cuja filosofia pode ser vista como o fundamento das interpretações místicas no âmbito do judaísmo. Foi em Safed que um grupo de sábios decidiu se estabelecer no século 16, após a expulsão dos judeus da Espanha durante a Inquisição. Logo, ela é um lugar rico em história, misticismo, espiritualidade e cultura, tendo suas ruas e vielas repletas de galerias de arte e com muitas sinagogas bem antigas. Visita a Yegal, no Kibbutz Ginosar, onde tem o Museus com a exposição de um barco dos dias de Jesus. Retorno a Tiberíades. Hospedagem e jantar.

6º Dia – Tiberíades | Beith Shean | Samaria | Poço de Jacó | Siquém | Jerusalém:

Após o café da manhã, logo cedinho saída para a região sul do Mar da Galileia para visitar as impressionantes ruínas de Beit Shean, uma das maiores cidades do Império Bizantino Romano. Neste local morreram em luta contra os filisteus Saul e seus filhos. Seguem para a região de Samaria, que foi a capital da região, que contava com outras cidades importantes como Siquém e Sicar e onde encontra-se o Poço de Jacó, também conhecido como Fonte de Jacó e Poço de Sicar, é um poço profundo escavado na rocha sólida que tem sido associado a tradição religiosa com Jacó por cerca de dois milênios. Está situado a uma curta distância do sítio arqueológico de Tell Balata, que é considerado como o local de Siquém bíblica. O poço se localiza na cidade com o mesmo nome da região, Existe também uma ligação histórica: na verdade o poço é um terreno que, como conta Gênesis 33,19, foi comprado por Jacó e dado ao seu filho José. E em seguida partem em direção a Jerusalém, cidade mensageira da paz. Logo na chegada fazem parada no Monte Scopus, de onde terão uma visão panorâmica da cidade e onde poderão orar por Jerusalém. Hospedagem e jantar.

7º Dia – Jerusalém | Jardim do Getsêmani | Ein Karen | Betel | Jerusalém:

Após o café da manhã no hotel, saída em direção ao Jardim do Getsêmani, onde o jardim estará fechado para o grupo para um culto e orações (+ ou – 01 hora). Visita a vila de Ein Karem, para visita ao monastério construído sobre ruínas dos períodos de Herodes, dos romanos, dos bizantinos e dos Cruzados. Dentro existe uma caverna que segundo a tradição foi o local de nascimento de João Batista. Em seguida irão a Betel, que significa “Casa de El” (Casa de Deus). Logo após ter sido chamado por Deus, o patriarca Abraão esteve na região de Betel quando peregrinou pela Terra Prometida. A história deste local está associada a Jacó, que teve uma experiência espiritual: “Na verdade Deus estava neste lugar e eu não percebi”. Então ele tirou a pedra que havia usado como travesseiro e fez um altar, e chamou o lugar de “Betel”. Restante do tempo livre para compras. Hospedagem e jantar.

8º Dia – Jerusalém | Museu do Bom Samaritano | Jericó | Gilgal | Betânia | Jerusalém:

Após o café da manhã, passarão pela estrada principal entre Jerusalém e Jericó, onde os cristãos ao longo das gerações imaginaram este local como o lugar onde a parábola do Bom Samaritano de Jesus aconteceu. Os cristãos têm rendido culto por 1.500 anos nessa ruína de uma igreja bizantina com um magnífico piso de mosaico. O piso foi restaurado e serve como peça central do recém-inaugurado Museu do Bom Samaritano, um dos maiores museus de mosaico do mundo. Seguem para Jericó, considerada a cidade mais antiga do mundo, de onde avistaram o Monte da Tentação, as ruínas da cidade. Visitam as ruínas da cidade e fazem a subida ao Monte da Tentação de teleférico. Irão a Gilgal que foi o primeiro lugar do acampamento israelita após a travessia do Rio Jordão. Ele também foi um lugar de sacrifícios. Foi lá que todos os filhos de Israel foram circuncidados para mostrar que estavam deixando para trás toda a influência corrupta do Egito e onde passaram a primeira Páscoa judaica. Retornando passarão por Betânia onde visitam as ruínas da casa de Maria e Marta e o Túmulo de Lázaro. Retorno a Jerusalém. Hospedagem e jantar.

9º Dia – Jerusalém | Museu Amigos de Sião | Muro das Lamentações | Caminho dos Peregrinos | Herodium | Jerusalém:

Após o café da manhã no hotel, logo cedinho fazem visita ao mais novo museu de Israel, que é o Museu Amigos de Sião, este novo museu interativo tem o roteiro de uma hora que se tornou parada obrigatória em Israel. O FOZ, Friends Of Zion, é um museu construído em nome da gratidão a cristãos que salvaram judeus ou contribuíram de alguma forma para a formação do Estado de Israel. Próximo ao Tanque de Siloé, visitam um local recém descoberto batizado como “o Caminho dos Peregrinos” que era o caminho pelo qual as pessoas entravam em Jerusalém em direção ao 2º Templo, e que acreditam que foi construído na época de Pôncio Pilatos. Continuando as visitas irão a Herodium, erguido entre 23 a.C. e 15 a.C., construído por Herodes, é um forte localizado no topo de uma colina no deserto da Judeia, a apenas 12 quilômetros de Jerusalém. Havia jardins dignos da realeza, e o lugar todo foi projetado com aquedutos que traziam água através do deserto. O palácio tinha salões, pátios e diversas casas de banho. E como se não bastasse a fortaleza estar no topo de uma colina, as paredes dela eram duplas e tinham em torno de sete andares de altura. Retorno a Jerusalém e restante da tarde para compras no Bazar Árabe. Hospedagem e jantar.

10º Dia – Jerusalém | Mar Morto | Ein Gedi | Massada | Jerusalém:

Após o café da manhã, saída em direção ao Mar Morto, local considerado o mais baixo do mundo com 417 metros abaixo do nível do mar e rico em minerais onde haverá parada para banho. Visita ao Oásis de Ein Gedi, onde também haverá parada para conhecer um jardim botânico que está literalmente no meio do deserto – os arredores são de montanhas de terra e terrenos vazios. É um oásis localizado a oeste do Mar Morto, perto de Massada e das cavernas de Qumran. É conhecido pelas suas grutas, nascentes e a sua rica diversidade de fauna e flora. Ein Gedi é mencionado diversas vezes nos escritos bíblicos, por exemplo, no Cântico dos Cânticos e de acordo com a tradição judaica, David escondeu-se de Saul nas suas cavernas. Seguindo visitam Massada após a subida de teleférico a esta antiga fortaleza da Judeia, onde encontram-se as ruínas do Palácio do Rei Herodes, o Grande, reforçando e ampliando a antiga fortaleza. E foi neste local após a destruição do 2º. Templo pelos romanos que os rebeldes Zelotes fugiram de Jerusalém para Massada. Retorno a Jerusalém. Hospedagem e jantar.

11º Dia – Jerusalém | Museu Amigos de Sião | Emaús | Aeroporto Tel Aviv:

Após o café da manhã, no caminho para o Aeroporto passarão por Emaús, que foi no caminho para lá que Jesus caminhou com 2 dos seus discípulos que conversavam sobre os acontecimentos recentes com Jesus e não o reconheceram na hora. Após seguem de traslado para o Aeroporto Ben Gurion em Tel Aviv para embarque ao Brasil.

12º Dia –São Paulo:

Chegada ao Aeroporto de Guarulhos e finalização de nossos serviços. seu sonho!

calendário ico Junho 2024 Duração de 12 dias
ico Guia falando Português
ico Seguro Viagem
Roteiro resumido dia a dia
O que está incluído
O que não está incluído
Próximas cavanas
mais caravanas >
Entre em contato
Precisa de ajuda? Entre em contato com a nossa equipe pelo WhatsApp.